A Garota da Capa Vermelha

1 de junho de 2011 § Deixe um comentário

Há algum tempo, antes de sair nos cinemas o filme “A garota da capa vermelha”, eu comentei que queria muito assisti-lo. Pois bem, demorou mas chegou a minha vez.

Como disse no último post, por algumas razões a minha vida, tanto diurna como noturna, está se resumindo a ver filmes. E ontem, eu finalmente consegui assisti em casa este filme!

Agora sim, posso falar alguma coisa e dar uma opinião sobre ele. 

Com direção de Catherine Hardwicke, a mesma diretora de ‘Crepúsculo’, há muitas semelhanças com ele. Primeiramente a forma como os personagens agem, como o casal principal. Segundo, os lugares, paisagens, tudo muito parecido, o modo como as cenas são como flashes, passando rápidas, só com lances. Mas, na minha opinião, é mais adulto.

Eu adorei de verdade! O romance, o que eles fizeram pra ser realmente a ‘Chapeuzinho Vermelho’, a capa, a vovózinha, a cesta,  como ele te prende até você ficar pensando que até o padre pode ser o lobisomem. Enfim, tem bastante aventura, romance, paixão e a maldição!

Em ‘A Garota da Capa Vermelha’, Amanda Seyfried é Valerie, uma bela garota ligada a dois homens. Está apaixonada pelo melancólico forasteiro Peter, porém seus pais a prometeram em casamento ao rico Henry. Inconformados com a situação, Valerie e Peter planejam fugir, até que tomam conhecimento de que a irmã mais velha de Valerie foi morta pelo lobisomem que vaga pela escura floresta que rodeia o vilarejo onde moram.

Ao longo de anos, as pessoas mantiveram uma difícil trégua com a fera, oferecendo-lhe mensalmente um animal em sacrifício. Mas sob uma lua cor de sangue, o lobisomem desrespeita o acordo, tirando uma vida humana. Sedenta de vingança, a população recorre a um famoso caçador de lobisomens, o padre Solomon, com a intenção de matar o monstro. Ocorre que a chegada de Solomon provoca conseqüências inesperadas, pois ele alerta que o lobisomem assume forma humana durante o dia, podendo ser qualquer um deles.

O número de mortes cresce a cada lua, e Valerie começa a desconfiar que o lobisomem pode ser alguém que ela ama. O pânico toma conta de todos e ela descobre que tem uma ligação singular com o monstro – que os une inexoravelmente, tornando-a ao mesmo tempo suspeita…e isca.

 

Filmes de Terror

23 de maio de 2011 § Deixe um comentário

Oi amantes da noite!

Estou um pouco faltante com vocês. Deve mil desculpas, mas essa vida de quem estuda muito e trabalha o dia todo, não é nada fácil.

Como não tive tempo de bolar uma coisa bacana pra vocês, digna de seus olhos lerem (risos), vou falar sobre o que mais ando fazendo nos último finais de semana, assistindo filmes. Sim, porque, sair de casa nessas noites frias, só com um cobertor pra me esquentar!

Adoro ver filme a noite. Gênero: Terror e/ou suspense. Nada melhor pra sua madrugada ficar deliciosamente assustadora!

Pânico 4: Não é dos melhores filmes, com toda certeza, mas é um ótimo filme pra se ver a noite com alguém pra você agarrar quando uma facada for dada.

Halloween: O Início: Eu não me canso de ver esse filme, sempre a noite é claro. Gosto dele porque vai além do que sempre vimos. Loucos assassinos matando todo mundo. Não, esse é o melhor dos ‘Halloweens’, onde conta a verdadeira história do psicopata Mayke Mayers, que desde criança, já matava pessoas por instinto.

Arraste-me para o Inferno: Esse filme é ótimo para se ver a noite. Mas, não esteja sozinho! Porque depois a maldição e a maldita velha, vão ficar te perseguindo por toda a noite.

Hannibal: Eu adoro esse filme! Me dá calafrios, mas honestamente, assisti-lo a noite não me assusta. Primeiro que, normalmente, a noite é meu lar e segundo, sou fã de carteirinha de Hannibal.

Drácula: Meu preferido! Quando ele chega da Transilvânia espalhando terror, sinto-me dentro da tela.

O Massacre da Serra Elétrica: Você nunca mais vai conseguir ouvir o barulho de uma serra sem ficar no mínimo, agitado. Dei muitos pulos!

A Chave Mestra: Esse filme me dá medo. A noite, quando ouço aquele disco tocando, sinto calafrios! É um ótimo tema que chega a perturbar a gente.

POR FIM

Pânico na Floresta: O problema desse filme é que ele é meio ‘açougueiro’. Mas dá medo, ansiedade e nâuseas.

Enfim, foram esses de alguns filmes que assisti esses finais de semana que passei em casa.

A Noite é linda, mas dá medo por ser escura e ficamos inseguros pensando o que pode estar ali que não enxergamos! Ver filmes de terror a noite, só faz com que nossa imaginação veja coisas, que não estão, ou talvez estão, imersa a escuridão!

Amante Liberto

11 de abril de 2011 § Deixe um comentário

 Amante Liberto é o livro que conta sobre V, nosso querido vício! (literalmente)

Estou amando le-lo novamente e não tenho palavras pra descrever o que realmente sinto por ele. Fico com raiva, choro, me descabelo, dou risada com ele. Mas, tenho vontade de abraçá-lo a todo o momento.

O livro é muito interessante e cheio de historias paralelas, como a de John, que neste livro é mais enfatizada e a do Phury.

Eu confesso que fico super triste com o final desse livro, acho que Vishous sempre sofreu tanto por erros que não foram dele, então ele deveria ter um final melhor. Confesso que eu, realmente até hoje, depois de ler mais de uma vez, não entendo muito bem a relação da irmã de Jane com tudo. O fato de ele ser bi e achar que estava apaixonado por Butch me incomodava um pouco. Sem preconceitos ok. É só que…bom, já é difícil imaginar ele dormindo com outro vampiro, por mais que seja uma coisa mecânica, quanto mais apaixonado por alguém que não poderia nunca dar o que ele realmente precisa. Desculpem fãns de Butch, mais o irlandês católico falaria mais alto e V. precisa de alguém de goste das mesmas coisas que ele, porque uma coisa é aceitar outra é compartilhar. V. é muito másculo e poderoso. Achei que seria difícil ele se abrir com alguém já que, nem com Butch, ele foi totalmente aberto. Mas com Jane, ele quase que foi naturalmente, uma pessoa normal. Os bloqueios que ele teve foram poucos e duraram pouco também. Gosto de Jane porque ela é, como posso dizer, o V. em versão mulher. É a pessoa certa pra ele.

Eu gostaria só de entender por que Vishous estava no futuro de Jane desde pequena, mas e quanto ao V.?? Quer dizer, a Virgem Escriba não sabia dela, e também depois, ela não sabia o que iria acontecer com ela, não é?

Enfim, V é maravilhoso e fico muito feliz que ele tenha aberto seus sentimentos, seu coração e sua mente e tenha conseguido encontrar o amor de verdade: “Porque o amor, afinal, era eterno e não sujeito aos caprichos da morte”.

Abaixo, segue um trecho da primeira vez de Vishous e Jane. HOT HOT HOT!

Ele a levou para a pia e fez exatamente o que disse que faria. Se inclinou sobre ela, colocou suas mãos uma de cada lado na pia e deu a ordem:

– Segure-se.

Ela se segurou com força.

Ele usou as duas mãos nela, correndo-as para dentro de sua blusa, segurando seus seios. E então pousou as mãos sobre sua barriga ao redor de seu quadril.

V. puxou a calcinha para baixo com um único movimento.

-Oh!… É isso o que eu quero – Sua mão com a luva de couro segurou seu traseiro e o massageou – Levante essa perna.

Ela obedeceu e sua calça de ioga desapareceu sob seus pés. Suas coxas foram separadas e … sim, as mãos dele, uma com a luva, a outra sem, subiram. Ela sentiu que estava úmida e cheia de desejo enquanto esperava por ele.

– Jane… – ele sussurrou como numa reverencia.

Não houve prelúdio, não houve delicadeza no que ele fez com ela. Foram os lábios dele. O corpo dela. Dois pares de lábios se encontrando.

Escuridão Mortal / Against the Dark

28 de janeiro de 2011 § Deixe um comentário

Dica de filme hoje no blog.

Com o ilustríssimo Steven Seavegal!

Eu já assisti e o filme e posso dizer que não foi dos melhores, mas também não é ruim! Steven aparece pouco e os vampiros não são tão atraentes como estamos acostumados, aliás, que eles parecem mais zumbis! É um filme de ação e terror (como de costume #Seavegal) mas com vampiros! Mas, apesar disso, a Dama da Noite recomenda!

Trailer

Sinopse: Tagart, hábil mestre da katana, comanda uma tropa de operações especiais composta por ex-militares justiceiros em uma missão sangrenta. Seu alvo: vampiros. Em um mundo apocalíptico, depois de muitos ataques de vampiros sedentos por sangue, alguns poucos sobreviventes ficam presos em um hospital infectado. Tagart é a única esperança desses sobreviventes. Ele sabe que a única cura é o extermínio. Chegou a hora de combater a sede implacável dos vampiros. Eles não têm nada a perder exceto os últimos vestígios de humanidade.

Fênix

11 de janeiro de 2011 § Deixe um comentário

Música Fênix de Jorge Vercílo.

Linda e perfeita. Para os finais de noites solitárias e sombrias!          

                                     

Eu!
Prisioneiro meu

Descobri no brêu
Uma constelação…

Céus!
Conheci os céus
Pelos olhos seus
Véu de contemplação…

Deus!
Condenado eu fui
A forjar o amor
No aço do rancor
E a transpor as leis
Mesquinhas dos mortais…

Vou!
Entre a redenção
E o esplendor
De por você viver…

Sim!
Quis sair de mim
Esquecer quem sou
E respirar por ti
E assim transpor as leis
Mesquinhas dos mortais…

Agoniza virgem Fênix
O amor!
Entre cinzas arco-íris
Esplendor!
Por viver às juras
De satisfazer o ego mortal…

Coisa pequenina
Centelha divina
Renasceu das cinzas
Onde foi ruína
Pássaro ferido
Hoje é paraíso…

Luz da minha vida
Pedra de alquimia
Tudo o que eu queria
Renascer das cinzas…

E eu!
Quando o frio vem
Nos aquecer o coração
Quando a noite faz nascer
A luz da escuridão
E a dor revela a mais
Esplêndida emoção…

O amor!
Quando o frio vem
Nos aquecer o coração
Quando a noite faz nascer
A luz da escuridão
E a dor revela a mais
Esplêndida emoção…

Quando o frio vem
Nos aquecer o coração
Quando a noite faz nascer
A luz da escuridão
E a dor revela a mais
Esplêndida emoção
O amor!…

Irmandade da Adaga Negra – Black Dagger Brotherhood

10 de janeiro de 2011 § 3 Comentários

Não posso acreditar que alguém que ame romances vampíricos, ainda não tenha conhecido a série de J.R Ward.

Aqui no Brasil, ainda está no seu 4º livro da série, esses que contam as histórias do Rei Wrath, o guerreiro Zsadist, Rhage e Butch. Mas a caminhada ainda é longa. São, ao todo, 9 livros sobre a Irmandade.

Para baixar toda a série, entre no site do Shared e boa leitura.

Para quem ainda não tem, vale a pena comprar.

Capas (maravilhosas) brasileiras/Covers (beautifull) Brazilian

Capas estrangeiras/Covers Foreign/Entire Series

   

Sobre os Irmãos/ About Brothers

Wrath: The last purebred vampire on the planet and the vampire race’s king. Essentially blind, he is the leader who is not willing to lead until he is forced to care for a half-breed he falls in love with.

                   O último vampiro de sangue puro do planeta e é o rei da raça dos vampiros. Esselcialmente cego. Ele é o líder mas ele não está disposto a liderar, até que ee se vê obrigado a cuidar de uma mestiça (meia-vampira), e então ele se apaixona.

Rhage:  The strongest of the brothers and the best fighter. Cursed by the Scribe Virgin, he is possessed by a dark side which is a danger to everyone. Ultimately, though, he is gentled by a very special human woman.

                    O mais forte dos irmãos e o melhor lutador. Amaldiçoado pela Virgem Escriba, ele é possuído por um lado escuro, que é um perigo para todos. Porém, ele é suavizado por uma mulher humana muito especial.

Zsadist:  The most lethal of the brothers. A former blood slave who was mercilessly tortured during the first hundred years of his life, Z is the one who has fallen farthest from grace. But he is utterly worthy of redemption.

                       O mais letal dos Irmãos. Foi um escravo de sangue, sendo impiedosamente torturado durante os primeiros cem anos de sua vida,  Z é o único que mais tem caído em desgraça. Mas ele é totalmente digno de redenção.

 Phury:    The loyal one, the one who sacrifices himself for others. Phury is Zsadist’s twin brother and a celibate who cannot truly live because of everything his biological brother has lost. Used to giving rather than receiving, he needs love coming back at him to bring him alive.

                         O mais fiel, que se sacrifica pelos outros. Phury é irmão gêmeo Zsadist e um celibatário que não pode viver verdadeiramente por causa de tudo que seu irmão biológico perdeu. Usado para dar ao invés de receber, ele precisa do amor para voltar a traze-lo a vida,

Vishous:     The most intelligent and the one who is specially gifted. His curse is his ability to prognosticate: he sees the future, though not the ‘when’ of events so he is tortured by his inability to save those he loves from danger. His love puts him at odds with a secret about himself he did not know and could never have guessed.

                            O mais inteligente e é especialmente dotado. Sua maldição é a sua capacidade de prognosticar: ele vê o futuro, embora não “quando”  acontecerá, então ele é torturado por sua incapacidade de salvar aqueles que ama do perigo. Seu amor o coloca em conflito com um segredo sobre si mesmo, ele não sabia e nunca poderia ter imaginado.

Tohrment: The steady one, the calm one. He is the one whose betrayal by fate will cut the deepest.

                             Sempre seguro, calmo. Ele é o único cujo o destino irá fazer o corte mais profundo.

   Butch:     He´s a fighter by nature. A hard living, ex-homicide cop, he’s the only human ever to be allowed in the inner circle of the Black Dagger Brotherhood. And he wants to go even deeper into the vampire world- to engage in the turf war with the lessers. He’s got nothing to lose.

                              Butch O’Neal é um lutador por natureza. Uma vida dura, é ex-policial de homicídios, ele é o único humano a ser permitido no círculo íntimo da Irmandade da Adaga Negra. E ele quer ir ainda mais fundo no mundo dos vampiros para se envolver na guerra contra os redutores. Ele não tem nada a perder.

Rehvenge:   Rehvenge has always kept his distance from the Brotherhood, even though his sister is married to a member. Because he’s a sympath, his identity is a deadly secret- the revelation of which will result in his banishment to a colony for sociopaths. He will prove a great warrior.

                              Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, apesar de sua irmã ser casada com um membro. Por ser um sympath, sua identidade é um segredo mortal, a revelação deste, resultará em seu banimento a uma colônia para sociopatas. Ele irá mostrar-se um grande guerreiro.

Os livros da série são cheios de aventuras, romance e paixão. Intenso e maravilhoso!
The books are full of adventure, romance and passion. Intense and wonderful!

              

Série Hush Hush

7 de janeiro de 2011 § Deixe um comentário

Ainda falando em anjos, vai uma dica dos livros “Sussurro” e “Crescendo”, da série Hush Hush de Becca Fitzpatrick que foram lançados em 2010.

Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal!Para Nora Grey, romance não fazia parte do plano. Ela nunca esteve particularmente atraída aos garotos de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga, Vee, a empurre em cima deles. Não até que Patch chegue.Com aquele sorriso fácil e olhos que parecem ver dentro dela, Nora fica atraída a ele contra sua vontade.Mas após uma série de aterrorizantes encontros, Nora não tem certeza em quem confiar. Patch parece estar em todo o lugar que ela está, e saber mais sobre ela do que seus amigos mais próximos. Ela não consegue decidir se deve cair em seus braços ou correr e se esconder. E quando ela tenta buscar algumas respostas, ela se encontra perto de uma verdade que é mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir.Porque Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que sucumbiram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada custará a sua vida.

 

 

Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa.
Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?

Com certeza você irá se apaixonar pelo Patch, que não é nem vilão nem herói, e talvez se identificar com Nora, que não é uma adolescente problemática, e sim normal.

A capa de Sussurro é linda demais!

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Opinião em .